agencia de marketing digital juiz de fora
Blog Growth Idea

Como vender no Mercado Livre em 5 passos

O que você vai ver nesse conteúdo

Se você ainda não sabe como vender Mercado Livre, não se permita dormir esta noite sem ler este artigo!

O Mercado Livre é uma plataforma de vendas super simples de ser utilizada e que oferece uma grande audiência para o seu produto. 

Além disso, é uma ótima oportunidade para você e sua empresa crescerem com custo zero para anunciar no quinto site mais acessado do Brasil, com cerca de 211 milhões de usuários!

Portanto, você pode ser iniciante no marketing ou o rei do funil de vendas, o Mercado Livre sempre será um bom lugar para vender.

Continue lendo o artigo para entender mais sobre a plataforma, tirar suas principais dúvidas e aprender como vender no Mercado Livre. 

Pronto para vender muito?

Como vender no Mercado Livre

 

Tempo de leitura: 10 minutos

Você vai ler sobre:

O que é Mercado Livre?

Perguntas frequentes:

  • O Mercado Livre é seguro?
  • Quanto eu preciso gastar para vender no Mercado Livre?
  • O que pode ser vendido no Mercado Livre?

Como vender no Mercado Livre?

  • 1. Crie sua conta
  • 2. Cadastre seu produto
  • 3. Escolha seu anúncio
  • 4. Defina as formas de pagamento
  • 5. Envie

Conclusão

 

O que é o Mercado Livre

Antes de mais nada, é preciso entender o que é o Mercado Livre

O Mercado Livre é uma empresa que tem como objetivo democratizar o comércio. Por isso, ela funciona de forma simples e objetiva para que todo lojista possa utilizar o site para vender seus produtos.

A plataforma é uma importante, simples e prática porta de entrada para quem está começando no mundo do e-commerce.

Ainda mais, ela funciona como marketplace (inclusive, é a maior da América Latina). Podemos dizer, então, que o Mercado Livre é uma espécie de shopping virtual, onde cada vendedor pode se cadastrar e expor seu produto.

Atualmente, seus serviços estão presentes em 18 países. Além disso, reúne milhões de vendedores e compradores de diversos produtos, automóveis e serviços, em seus 22 anos de história. 

Mas, antes de te mostrar como vender no Mercado Livre, vamos responder algumas perguntas frequentes sobre a plataforma. 

Continue lendo o artigo para conferir!

 

Perguntas Frequentes:

O Mercado Livre é seguro?

Sim, o Mercado Livre é seguro.

A plataforma oferece recursos para que, na hora da compra, você verifique as informações do vendedor, como termômetro de confiabilidade, qualificações e medalhas que indicam o número de vendas que o fornecedor já realizou. 

Além disso, o site também fornece um espaço para que o comprador tire dúvidas sobre o anúncio ou produto com o próprio vendedor.

Se você é lojista, também pode ficar tranquilo! Da mesma forma, o Mercado Livre oferece recursos para garantir a segurança do vendedor. Para isso, a plataforma utiliza o Mercado Pago para realizar as transações e confirmar pagamentos por e-mail (atenção: nunca por telefone).

Confira alguns dados que comprovam como o Mercado Livre é confiável:

  • Em 2107, a plataforma passou de 211 milhões de usuários registrados na América Latina;
  • No mesmo ano, a receita líquida gerada pelo marketplace foi de 1,4 bilhões de dólares;
  • Ainda em 2017, foram registradas 6000 buscas e 9 compras por segundo no site;
  • São mais de 10 milhões de vendedores e 34 milhões de compradores ativos.

 

E você? Está esperando o que para entrar no Mercado Livre?

 

 

Quanto eu preciso gastar para vender no Mercado Livre?

Outra grande vantagem do Mercado Livre, é a possibilidade de anunciar seus produtos sem a necessidade de pagar planos mensais para a empresa.

A plataforma funciona com sistema de comissionamento, ou seja, ele cobra um percentual em cima do valor do seu produto.

Portanto, com o anúncio grátis, você consegue divulgar sua mercadoria sem mesmo direcionar comissões para o site. 

Já na opção clássico e premium, você pode realizar suas vendas de forma gratuita, apenas pagando uma parte do valor do seu produto para a empresa. Essas oferecem benefícios para os lojistas como maior visibilidade no site.

 

O que pode ser vendido no Mercado Livre?

O leque de produtos que podem ser anunciados no Mercado Livre é muito extenso.

Ao acessar o site, você terá acesso às mais diversas mercadorias, desde as mais simples até as mais complexas, como carros e eletrônicos. 

Lembrando que o Mercado Livre não anuncia mercadorias precificadas em menos de 7 reais. Portanto, se você quiser vender produtos de baixo custo, procure montar kits ou vender em mais de uma unidade para elevar o preço;

Apesar da grande liberdade de venda, existem produtos que são proibidos de serem comercializados na plataforma. Como por exemplo:

  • Tabaco, cigarros e produtos relacionados;
  • Armas de fogo, réplicas de armas de fogo, armas de eletrochoque, munições e explosivos;
  • Narcóticos, substâncias proibidas e produtos tóxicos;
  • Órgãos e qualquer outro elemento do corpo humano;
  • Passagens aéreas, pacotes turísticos e milhas;
  • Listas de e-mails, likes em redes sociais e base de dados;
  • Serviços sexuais;
  • Documentos pessoais, identificações e credenciais profissionais;
  • Uniformes que são utilizados atualmente pelas forças armadas;
  • Bilhetes e Ingressos para eventos;
  • Cerol;
  • Purificador de água da marca Brastemp;
  • Serviços de seguro;
  • Qualquer outro produto ou serviço proibido por lei.

 

Certamente, com o passar do tempo, pode ser que alguns outros produtos entrem ou saiam dessa lista. Acompanhe as atualizações da empresa e esteja atento!

 

Como vender no Mercado Livre?

Como já foi dito anteriormente, o MercadoLivre é basicamente um intermediador de vendas que conecta vendedores, empresas e marcas aos consumidores.

A plataforma é uma ótima oportunidade para comerciantes de todos os portes e dos mais variados segmentos. Por isso, você não deve ficar de fora do Mercado Livre!

Vem com a gente! Agora nós vamos, juntos, criar uma conta para você alavancar suas vendas. Siga o passo a passo:

 

1 – Crie sua conta:

Primeiramente, você deve se cadastrar na plataforma. 

CLIQUE AQUI se você pretende criar uma conta com CPF. Assim, você será redirecionado para uma página na qual você deve fornecer seu nome, sobrenome, CPF, e-mail e criar uma senha de acesso. 

Se você deseja cadastrar sua empresa, CLIQUE AQUI. Assim, você irá acessar a página para o primeiro passo, fornecendo CNPJ, Razão Social, e-mail e senha de acesso.

 

2 – Cadastre seu produto

Em segundo lugar, depois de fazer o seu cadastro como pessoa física ou empresa, você será redirecionado para uma página principal. 

Na parte superior terá a opção “vender”, como você pode observar na imagem acima. Clique em cima e siga os próximos passos para cadastrar sua mercadoria:

  • Título: Escolha um título objetivo que exponha de forma clara seu produto, primeiramente. Quanto mais preciso for o título, mais fácil seus potenciais clientes o encontrarão.
  • Categoria: Logo após, você terá que escolher as categorias nas quais o seu produto mais se encaixa. Se você ficar com dúvidas na hora de escolher, pode pesquisar e identificar em qual categoria o seu concorrente anuncia dentro do site.
  • Novo ou usado? Em seguida, indique em qual das opções oferecidas sua mercadoria se encaixa melhor.
  • Informações sobre o produto: Por fim, procure fazer descrições bem detalhadas e enviar um número considerável de fotos com qualidade e bem iluminadas. Na internet, muitos compradores se sentem inseguros por não conseguirem analisar bem a mercadoria. Portanto, procure fornecer o máximo de informações para potencializar suas chances de vendas.

 

3 – Escolha seu anúncio

Posteriormente, na hora de anunciar o seu produto, você poderá escolher entre 3 opções: grátis, clássico e premium. 

Na opção grátis, você terá uma exposição baixa da sua mercadoria e seu anúncio ficará ativo por 60 dias. Ou seja, você receberá o valor inteiro da sua venda na sua conta. Além disso, você também pode oferecer ao seu comprador o parcelamento de 12x com juros.

Já no plano clássico, seu anúncio será divulgado para mais pessoas e ficará no ar por tempo ilimitado. Por outro lado, uma parte do valor da sua venda será destinada ao Mercado Livre. Escolhendo o clássico, seu cliente também poderá dividir sua compra em 12x com juros.

E, por fim, na opção Premium, seu anúncio terá exposição máxima, por tempo ilimitado. Assim também, você ainda poderá oferecer parcelamento de até 12x sem juros para seus clientes. Em contrapartida, uma porcentagem um pouco maior que no recurso clássico do valor da sua venda fica com o Mercado Livre.

Você pode saber mais detalhes sobre os tipos de anúncios CLICANDO AQUI.

 

4- Defina as formas de pagamento

Em seguida, a forma mais indicada tanto para o pagamento quanto para o recebimento dentro do Mercado Livre é o Mercado Pago. Essa é uma opção segura e integrada à plataforma, que conta com um sistema antifraude.

O Mercado Pago oferece as opções de pagamento por cartão de crédito, de forma parcelada ou por boleto bancário.

Os vendedores que utilizam este recurso, têm seu dinheiro creditado automaticamente em sua conta do Mercado Pago. Posteriormente, é possível acessar o valor e realizar a transferência para uma conta bancária.

Para conhecer mais sobre o Mercado Pago, CLIQUE AQUI.

 

5- Envie

Por fim, a melhor forma de enviar suas mercadorias vendidas pelo Mercado Livre é por meio do Mercado Envios.

Esse recurso integrado ao site, é a tecnologia de gestão de entrega da empresa que, de acordo com o próprio site:

oferece solução de cálculo de frete nos anúncios do marketplace e permite a impressão de etiquetas pré-pagas para facilitar o envio dos produtos com operadoras de logística parceiras.

Ou seja, a plataforma compara entre as principais transportadoras do país o melhor custo benefício para o seu caso.

 

 

Conclusão

Em conclusão, não restam dúvidas de que o Mercado Livre é uma ótima oportunidade para vendedores, com uma forma simples de vender e com um grande público.

Seguindo os passos acima e escolhendo as melhores opções para o seu produto, certamente os resultados virão! 

Para potencializá-los ainda mais, você também pode utilizar seu Instagram para fortalecer sua marca e criar sua própria loja online

Precisa de ajuda? Conte com a Growth Idea! 

CLIQUE AQUI e fale agora mesmo com um de nossos especialistas.

Compartilhe esse conteúdo!

WhatsApp
LinkedIn
Email

Comentários

Conteúdos relacionados