agencia de marketing digital juiz de fora
Blog Growth Idea

Um copywriting não vende o que você não precisa

O que você vai ver nesse conteúdo

A estratégia conhecida como “Copywriting” não trata de uma técnica de escrita automática, engessada e sem objetivos definidos. Muito pelo contrário.

Escrever para convencer um consumidor é uma tarefa que exige habilidades que vão desde o domínio das regras de gramática até um conhecimento específico do produto ou serviço que se deseja vender.

Quer entender mais sobre o copywriting? Então, continue a leitura do nosso blog de hoje!

O que é um copywriting?

Basicamente, trata-se da técnica de escrever conteúdos de marketing de forma persuasiva, com o objetivo de gerar vendas e impulsionar negócios.

Não é simplesmente fazer propaganda. É preciso dominar a escrita, conhecer muito bem o produto/serviço, ter objetivos traçados e saber de forma precisa qual o perfil do público que se pretende atingir.

Por meio de um bom copywriting eu consigo convencer o lead a adquirir qualquer produto ou serviço?

Olha, não é bem assim… Para te explicar, vamos falar um pouco sobre uma das Teorias estudadas no campo da comunicação que já não é mais utilizada, exatamente por trabalhar com essa ideia.

Ela ficou conhecida como Teoria Hipodérmica, também chamada de Teoria da Bala Mágica. Foi criada pela Escola Norte-Americana, na década de 1930.

A premissa é a seguinte: “O estímulo motivacional, uma vez aplicado na massa, não há nada que a mesma possa fazer contra os efeitos da injeção.”

Basicamente, a ideia é de que toda mensagem enviada não encontra nenhuma resistência em seu receptor. Ou seja, o público é sempre passivo com relação ao estímulo que recebeu.

Se essa teoria fosse usada até hoje, continuaria vigente a noção de que o público nada mais é do que uma grande massa, sem perfis distintos. Logo, sem necessidades especiais e nós já sabemos que não condiz com a realidade. 

Não é nem preciso dizer que não seria necessário o trabalho de um bom copywriting aqui, né?

Então, como o Copywriting pode me ajudar de fato?

A oferta de algo se torna ainda mais promissora quando o público-alvo é bem definido. Um dos aspectos mais importantes é conhecer as suas necessidades.

Por exemplo, sua empresa é do setor de brinquedos. Você não vai entrar em contato com um encarregado do setor de recursos humanos de uma empresa, apresentando suas ofertas para o dia das crianças. 

Apesar de simples, este é um bom caso para compreender algo que é fundamental na escrita de copywriting: saber os desejos e as dores de seus clientes.

Podemos falar de clientes reais ou em potencial. Ou seja, a técnica se expande às possibilidades de relacionamento com novos consumidores. O alcance tem em vista o de ser cada vez maior.

A arte de apontar as necessidades

Como já dito anteriormente, é importante entender a realidade e as dores do seu público-alvo, assim como é possível ajudar a apontá-las. Um bom produtor de copywriting, deve saber que, através da linguagem adequada é possível atrair e finalizar negócios.

Até aqui dá pra entender como a coisa funciona: o sucesso do “copy” está diretamente relacionado ao conhecimento das demandas do público. Quando isso não acontece, o seu objetivo principal não é alcançado.

Ou seja, a princípio, nenhuma propaganda convence um consumidor a adquirir algo do qual ele não precise. A não ser que seja apresentado a ele uma nova necessidade, como a de não sair de casa para alugar um filme, pedir um almoço e ele chegar no conforto da sua casa, não precisar carregar livros físicos na mochila, etc. 

Mas como eu consigo fazer um bom copywriting?

O trabalho do copywriting não se resume em criar propagandas. Até porque, este é um ofício que envolve várias etapas e uma delas é exatamente a produção do seu texto persuasivo.

Para ter sucesso nesta parte, algumas dicas são fundamentais. Confira abaixo:

  • Faça uso de verbos de ação: Exemplos como “compre”, “procure”, “faça”, são palavras que dão claras indicações do que o leitor deve fazer. Utilizá-las é uma forma de dar direcionamento e impulsionar as ações de seus leads.
  • Facilite a leitura: Uma boa forma de fazer isso é evitar escrever textos muito longos, com parágrafos grandes. Estabeleça um limite de até 3 ou 4 linhas por subdivisão de texto e torne a leitura mais fácil e fluida para seus clientes.

Se quiser saber mais dicas, confira em nosso blog como produzir um copywriting de sucesso! Em nosso Instagram você vai encontrar também um mini guia sobre como fazer um bom copywriting. Não deixe de acessar!

Dica de Ouro

Para te auxiliar a ter sucesso em suas conversões e fazer aquela Copy para ninguém por defeito, é importante contar com a ajuda de uma Agência especializada em Marketing Digital.

Dessa maneira, é possível trabalhar todo o processo de Inbound Marketing. Você sabe o que é isso? 

Estamos falando sobre o “Marketing da Atração”, ou seja, é o entendimento do marketing e suas estratégias como uma ferramenta para atrair, encantar e converter clientes.

Dentre as vantagens de adotar este processo podemos citar a produção de conteúdos relevantes. Tudo o que é produzido precisa ser realmente útil para os leads. Essa estratégia tem a capacidade de atrair um público com verdadeiro potencial de se tornar cliente.

Outra vantagem é a redução do tempo para a conversão de compras, uma consequência do benefício citado anteriormente. Como o conteúdo produzido é mais personalizado, é possível “captar” os leads interessados em fazer a compra e conduzi-los até a etapa onde isso de fato ocorre.

E se você gostou do conteúdo, continue ligadinho aqui no blog da Growth Idea! Nesse espaço, você sempre encontrará tópicos que te ajudarão a impulsionar os resultados da sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo!

WhatsApp
LinkedIn
Email

Comentários

Conteúdos relacionados