agencia de marketing digital juiz de fora
Blog Growth Idea

Tudo o que você precisa saber sobre funil de vendas

O que você vai ver nesse conteúdo

Caso você nunca tenha ouvido falar sobre Funil de Vendas, saiba que essa é uma ferramenta extremamente útil para quem trabalha com Inbound Marketing. Você consegue imaginar o motivo?

Basicamente, o funil auxilia na tomada de decisões com relação ao planejamento e à estrutura da aquisição de clientes. No blog de hoje, você vai saber tudo sobre esse recurso. Bora aprender?

O que é o funil de vendas?

Para começar, ele também é conhecido como “pipeline”. Independente do nome uma coisa é certa: estamos falando de um modelo estratégico que mostra a jornada de consumo do seu cliente.

É isso mesmo. O funil de vendas é responsável por fazer o acompanhamento de todo o caminho que o consumidor vai fazendo, desde o primeiro contato com a sua empresa, até a concretização da venda.

Entendeu? Em linhas gerais, podemos dizer que o funil de vendas é a representação do caminho que o cliente faz até fechar (finalmente) a compra.

Como o funil de vendas funciona?

Antes de mais nada, para entender como esse recurso funciona, é preciso saber que ele é uma dentre as muitas soluções que o Marketing Digital oferece. Certo? 

Muito bem, na prática, esse processo opera assim: acompanhando ou conduzindo o seu cliente desde o momento em que ele toma conhecimento de uma solução vendida pela empresa, até a hora em que realiza a aquisição do produto ou serviço.

Para ser executado, o funil de vendas é dividido em três etapas: Topo de Funil (ToFu), Meio de Funil (MoFu) e Fundo de Funil (BoFu). Fica aqui com a gente para conhecer cada uma delas.

Topo do Funil

Atração. Simples assim. Essa é a palavra-chave da primeira etapa do funil de vendas. E, como não poderia ser diferente, é graças ao Marketing Digital que esse recurso vai conseguir atrair os seus futuros clientes.

Vamos para onde tudo começa! Essa fase é conhecida como a etapa da consciência. Isso porque, até esse momento, a pessoa que tem potencial para se tornar seu consumidor está indiferente ao seu problema ou necessidade.

Neste ponto de entrada no funil, o futuro cliente (ou lead), ainda não comprou. Ele não tem uma percepção sobre o problema que possui e esse é o momento certo para fazê-lo perceber isso.

Ou seja, no topo do funil, você precisa focar em oferecer um conteúdo que mostre o seguinte: seu cliente tem um problema e a sua empresa tem exatamente a solução que ele precisa para solucioná-lo.

É preciso ter em mente que na etapa de topo do funil, você vai estar lidando com visitantes. Ou seja, pessoas que chegaram ao seu site ou rede social de alguma forma, mas que não sabem bem (ou nada) sobre o que você oferece.

Outra coisa: nessa etapa, a riqueza e assertividade dos seus materiais informativos é que o vai aumentar as chances de converter visitantes em leads. Daí pra frente, o foco é fazê-los seguir adiante para o próximo estágio.

Meio do funil

E a jornada do seu cliente continua! Agora, ele já sabe que tem um problema e que você oferece a solução. Sendo assim, o funil começa a operar a fase de julgamento, para saber se aquela pessoa possui o perfil do seu público-alvo.

Assim que essas informações forem fornecidas pelo funil, você já pode criar os e-mails marketing e começar a enviá-los para a sua lista de contatos (que o funil vai fornecer)

Enquanto o consumidor pesquisa melhor a respeito das suas soluções (e o funil faz o seu trabalho) a empresa pode prestar auxílio no processo. Essa ação tem como objetivo agilizar a tomada de decisão do lead.

E eis que é a hora de entrar em cena o gatilho mental da urgência. Basicamente, esse tipo de estímulo psicológico deve ser aplicado para gerar a seguinte percepção: o cliente corre o risco de não ter seu problema resolvido caso não se decida rápido.

Nessa hora, empreendedor, seu papel é o seguinte: mostrar tudo o que aquele possível consumidor está perdendo, caso não resolva investir na sua solução. Mostre dados, números e o faça prever o prejuízo que pode sofrer caso recuse a proposta.

Fundo do funil

Finalmente, esse futuro comprador chegou na última etapa do funil! Nessa fase, sua empresa está lidando com os MQLs (Marketing Qualified Leads). Eles são os leads que foram classificados como prontos para receberem o contato da equipe de vendas.

Falta muito pouco para a tomada de decisão que você deseja! É importante dizer que, nessa hora, os gatilhos mais importantes são persuasão e convencimento. Veja o que você deve fazer para conduzi-los nesse fim de processo:

 

  • Compare a sua solução com a da concorrência;
  • Oferecer descontos exclusivos;
  • Demonstre, através de gráficos, os resultados alcançados pelos outros clientes.
  • Apresente os melhores depoimentos do público sobre as soluções da sua empresa.

 

Em outras palavras, essa é a hora de dar aquele “empurrãozinho” e deixar claro que a sua solução é a melhor escolha que o lead pode fazer! Quando, enfim, ele decide fazer negócio, ocorre o fechamento do funil e a compra é realizada.

Com isso, o lead passa a ser, oficialmente, seu cliente!

Por que é importante adotar um funil de vendas?

Em primeiro lugar, ainda existe gente que pensa o seguinte: se minhas redes sociais e meu site tiverem um número alto de visitas e engajamento, meu número de vendas vai decolar!

Hum… sentimos muito em dizer, mas isso não é verdade.

Para realmente atrair pessoas e transformá-las em clientes reais, uma empresa precisa adotar a solução do funil de vendas. Ele é importante para fazer desde a análise até a conversão dos leads em clientes.

E para ver esse processo em curso, o funil de vendas fornece informações importantes, como: 

 

  • Como o público chegou até você?
  • O que as pessoas pesquisaram sobre a sua solução?
  • Quais dúvidas os clientes têm no momento da compra? 

 

Quais as vantagens que o funil de vendas oferece?

Como você pode ver, esse é um recurso com enorme potencial para alavancar o seu negócio. Vamos te apresentar agora, resumidamente, as principais vantagens que o funil de vendas proporciona:

 

  • Gestão otimizada;
  • Previsibilidade de resultados; 
  • Maior produtividade;
  • Melhor aproveitamento de oportunidades;
  • Respostas para o desenvolvimento de produtos… e muito mais!

 

Diante de tantos benefícios, você não acha que está passando da hora de criar os conteúdos certos para entrar em cada etapa do funil de vendas? Estamos falando sobre:

 

  • Atração pelas redes sociais;
  • Fluxos de e-mail marketing;
  • Gestão de tráfego e anúncios;

 

Se você gostou do conteúdo de hoje e não quer perder as próximas postagens, fique de olho nas atualizações do nosso blog! A gente se vê na semana que vem!

Compartilhe esse conteúdo!

WhatsApp
LinkedIn
Email

Comentários

Conteúdos relacionados